segunda-feira, 15 de outubro de 2012

O PAPEL DA IGREJA NO SÉCULO XXI


1 Pe 2.9,10
Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; vós, sim, que, antes, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia.

A Igreja sempre exerceu função de suma importância para a humanidade, desde sua criação ou fundação por Cristo, ela vem causando impacto grandioso neste mundo. Durante séculos incomodou impérios, reis, governos tanto da terra como os principados espirituais. Também exerceu poder de mudanças drásticas em muitas nações e povos, vidas foram totalmente modificadas, nações foram construídas pela força da Igreja, sua mensagem se propaga durante os séculos com uma velocidade gigantesca. Em menos de cem anos a igreja primitiva conseguiu anunciar o evangelho de Cristo a praticamente todo o mundo do primeiro século
Mas hoje qual tem sido o papel da igreja diante da sociedade pós-moderna? Qual o tamanho do impacto causado pela Igreja diante da sociedade? A quem ela incomoda? O que ela precisa fazer para continuar ativa e emergente? Em suma qual o papel da Igreja no século XXI?
Nesta mensagem desejo falar com vocês, algumas funções que a Igreja precisa continuar exercendo para apresentar-se como genuína representante de Cristo. Para isto É importante que a Igreja tenha consciência de quem ela é. Se não sabemos quem somos, não saberemos quais são nossas responsabilidades. Só tendo esta consciência é que podemos exercer com eficiência nosso papel como cristãos.
1 – A IGREJA DO SÉCULO XXI
1.1 – É a Igreja dos últimos dias. Esta Igreja precisa está mais diligente que a Igreja Primitiva, mesmo sabendo que não é esta, outra igreja senão a continuidade daquela, todavia, ao atentarmos com mais atenção para a palavra de Deus não seremos pegos de surpresa, nem vitimas das ciladas do diabo. O mundo atual é o retrato descrito pelo Apóstolo Paulo a mais de dois mil anos a trás, senão vejamos.
Escrevendo a sua 2ª carta a Timóteo no capitulo três e versículos uma ao cinco ele afirma o seguinte: “Lembre disto: nos últimos dias haverá tempos difíceis. Pois muitos serão egoístas, avarentos, orgulhosos, vaidosos, xingadores, ingratos, desobedientes aos seus pais e não terão respeito pela religião. Não terão amor pelos outros e serão duros, caluniadores, incapazes de se controlarem, violentos e inimigos do bem. Serão traidores, atrevidos e cheios de orgulho. Amarão mais os prazeres do que a Deus; parecerão ser seguidores da nossa religião, mas com as suas ações negarão o verdadeiro poder dela. Fique longe dessa gente!” NTLH
É possível observar algumas características dos últimos dias neste texto, vejamos; os homens são descritos como:


a)      Difíceis
b)      Egoístas
c)      Avarentos
d)     Orgulhosos
e)      Vaidosos
f)       Xingadores
g)      Ingratos
h)      Desobedientes aos pais
i)        Não terão respeito
j)        Sem respeito pelas coisa sagradas
k)      Sem amor para com os outros
l)        Caluniadores
m)    Incontroláveis, sem domínio próprio
n)      Violentos e inimigos do bem
o)      Traidores
p)      Atrevidos e orgulhosos
q)      Amando mas os prazeres terrenos do que a Deus
r)       Falsos seguidores de Cristo


Mesmo sendo tempos difíceis, é importante a conscientização de nossa responsabilidade para com a pregação da palavra de Deus, ainda escrevendo a Timóteo Paulo o adverte dizendo: “Conjuro-te, perante Deus e Cristo Jesus, que há de julgar vivos e mortos, pela sua manifestação e pelo seu reino: prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina. Pois haverá tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e se recusarão a dar ouvidos à verdade, entregando-se às fábulas. Tu, porém, sê sóbrio em todas as coisas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério.”2Tm 4.1-5.
1.2 É a testemunha viva de Cristo – Lucas registra em Atos 1.8 o seguinte; “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra”. É interessante esta posição da Igreja como testemunha de Cristo, uma das principais características das testemunha é ter presenciado o fato, ou seja, ter pleno conhecimento do ocorrido. No caso de ser testemunha de Cristo não pode ser diferente, é nescessário que suas testemunhas o conheçam plenamente, tenham estado com Ele, ouvido sua voz, ou seja, tenha uma experiencia pessoal com Cristo.
1 Jo 1-4 “O que era desde o princípio, o que temos ouvido, o que temos visto com os nossos próprios olhos, o que contemplamos, e as nossas mãos apalparam, com respeito ao Verbo da vida (e a vida se manifestou, e nós a temos visto, e dela damos testemunho, e vo-la anunciamos, a vida eterna, a qual estava com o Pai e nos foi manifestada), o que temos visto e ouvido anunciamos também a vós outros, para que vós, igualmente, mantenhais comunhão conosco. Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho, Jesus Cristo. Estas coisas, pois, vos escrevemos para que a nossa alegria seja completa
A Igreja do século XXI precisa conduzir pessoas para um verdadeiro encontro com Cristo o salvador. A melhor maneira é conhecendo Ele.
“Jo.4. 19-42 “Senhor, disse-lhe a mulher, vejo que tu és profeta. 20 Nossos pais adoravam neste monte; vós, entretanto, dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar. 21 Disse-lhe Jesus: Mulher, podes crer-me que a hora vem, quando nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. 22Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. 23 Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. 24 Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade. 25 Eu sei, respondeu a mulher, que há de vir o Messias, chamado Cristo; quando ele vier, nos anunciará todas as coisas. 26 Disse-lhe Jesus: Eu o sou, eu que falo contigo.... 28 Quanto à mulher, deixou o seu cântaro, foi à cidade e disse àqueles homens: 29 Vinde comigo e vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Será este, porventura, o Cristo?! 30 Saíram, pois, da cidade e vieram ter com ele. 39 Muitos samaritanos daquela cidade creram nele, em virtude do testemunho da mulher, que anunciara: Ele me disse tudo quanto tenho feito. 40 Vindo, pois, os samaritanos ter com Jesus, pediam-lhe que permanecesse com eles; e ficou ali dois dias. 41 Muitos outros creram nele, por causa da sua palavra, 42 e diziam à mulher: Já agora não é pelo que disseste que nós cremos; mas porque nós mesmos temos ouvido e sabemos que este é verdadeiramente o Salvador do mundo.”
Reflexão.
Você conhece realmente Jesus?
Você é capaz de testemunhar com precisão a respeito d’Ele para outra pessoa?
2 O ALCANCE DA IGREJA NESTE SÉCULO
Será se o alvo de Cristo através de sua Igreja tem sido alcançado? Multidões de pessoas tem se agregado a várias denominações, com a esperança de alcançar algum benefício por parte de Cristo, pois estes ouviram uma propaganda que todos os seus problemas seriam resolvidos neste lugar. Para decepção dos tais, a maioria fica sem receber aquilo que lhe foi proposto, conseqüentemente zangados com Cristo. Quem são estas pessoas? Vejamos:
2.1 – Aqueles que querem satisfazer sua ganância material. pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres.” Tg 4.3.
2.2 – Aqueles que adoram a criatura em detrimento do criador.pois mudaram a verdade de Deus em mentira e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém!” Rm 1.25
2.3 – Aqueles que querem a benção mas repugnam o abençoador.E grande multidão o seguia, porque via os sinais que operava sobre os enfermos.... Jesus respondeu e disse-lhes: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes. Trabalhai não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do Homem vos dará, porque a este o Pai, Deus, o selou.... Murmuravam, pois, dele os judeus, porque dissera: Eu sou o pão que desceu do céu. E diziam: Não é este Jesus, o filho de José, cujo pai e mãe nós conhecemos? Como, pois, diz ele: Desci do céu?” Jo 6.2. 26,27,41,42
2.4 – Aqueles que amam a Cristo mais que suas próprias vidas.Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho.” Fp 1.21 “Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens.” At 5.29
3 – O EXERCÍCIO E PAPEL DA IGREJA
Apesar de vivermos em uma época totalmente contaminada pelo pecado, nós, Igreja do Senhor Jesus, não podemos em hipótese alguma sermos omissos com nossas responsabilidades de representante de Cristo; Para tanto, precisamos tomar algumas posições afim de que possamos com maestria desenvolver esta sublime missão missão. Vejamos algumas delas.
3.1 – Ter coragem de ser diferente. Apesar de estarmos no mundo, não podemos em momento algum esquecer de que não pertencemos a ele. As palavras do Apóstolo Paulo quando diz: “E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Rm 12.2. reforça esta necessidade.
Ser diferente não é está totalmente alienado do mundo, pois se assim fosse Jesus teria falado, é portanto saber viver no mundo sem ser por ele contaminado, a oração de Jesus em João 17.15, “Não peço que os tires do mundo, e sim que os guardes do mal.” reforça este argumento, ser diferente por tanto, é tomar uma posição ao lado de Cristo.
A verdade é que muitos não querem tomar esta posição, por acharem pesada ou simplesmente por não compreenderem a importância nela implícita  O certo é, que as palavras de Jesus nos conduzem para este entendimento, senão vejamos:
Mt 16.24-26 “Então, disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me. Porquanto, quem quiser salvar a sua vida perdê-la-á; e quem perder a vida por minha causa achá-la-á. Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?”
Mt 5.37 “Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno.
Mt 5.44-47 “Eu, porém, vos digo: amai os vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem; para que vos torneis filhos do vosso Pai celeste, porque ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos. Porque, se amardes os que vos amam, que recompensa tendes? Não fazem os publicanos também o mesmo? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os gentios também o mesmo? Portanto, sede vós perfeitos como perfeito é o vosso Pai celeste.”
Qual tem sido a nossa posição hoje em relação a tanto liberalismo existente em nossos dias? Consideraremos tudo relativo? Ou nos manteremos como modelo de santidade nesta terra e não nos contaminaremos? Será se estamos dispostos a fazer como Daniel? Dn 1.8 “Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se.”
3.2 – Ter desejo e determinação para anunciar o evangelho de vida eterna. As denominações e pregadores da atualidade tem achado mais fácil anunciar um evangelho que satisfaça as necessidades imediatas da humanidade, que pregar uma mensagem com  perspectivas futuras. Para estes, o céu é uma realidade muito distante.
Mas a verdadeira Igreja de Cristo precisa continuar anunciando que a vida eterna começa aqui é verdade, no entanto, terá o seu apogeu nos céus preparado por Deus para o seu povo.
Jo 14.3 “E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também.”

Pr. Reginaldo de Matos Araújo.

2 comentários:

  1. Muito interessante ,pois assim tenho visto os ministro da palavra de Deus pregar aquilo que apraz o ego das pessoas em beneficio próprio não o evangelho que realmente traz transformação de vida.

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante ,pois assim tenho visto os ministro da palavra de Deus pregar aquilo que apraz o ego das pessoas em beneficio próprio não o evangelho que realmente traz transformação de vida.

    ResponderExcluir